domingo, abril 21, 2024
https://estadonoticia.com.br/wp-content/uploads/2024/04/WhatsApp-Video-2024-04-02-at-4.13.41-PM.mp4
Google search engine
InícioEstadoAssim como Caiado, Dra. Zeli defende subsídio entre governos para impedir que...

Assim como Caiado, Dra. Zeli defende subsídio entre governos para impedir que usuário pague o aumento na passagem de ônibus, no Entorno do DF

Representante do Entorno do Distrito Federal na Assembleia Legislativa, a deputada Dra. Zeli lamentou o aumento no valor da passagem de ônibus dos municípios goianos da região iniciado neste domingo (25). Assim como defendido pelo governador Ronaldo Caiado (ambos do UB), Zeli é a favor da união entre governo federal, estadual e do DF, para subsidiar parte do valor, evitando, assim, que os cidadãos arquem com o aumento da tarifa.

O reajuste de 8,56% diretamente para o usuário foi informado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), sem consulta ao governo de Goiás, já que o transporte na região é considerado interestadual e, conforme a legislação vigente, responsabilidade da União.

Para a deputada, a ação prejudica diretamente os usuários e patrões, que vão ter que pagar a mais por um serviço sem melhoria. “É um problema estrutural, que precisamos de muito diálogo e entendimento. Não é justo que os cidadãos paguem um valor mais alto sem ter a melhoria esperada quando um serviço é reajustado. O consumidor não pode ter mais um ônus nas suas despesas, pela terceira vez em um ano. Isso é inadmissível”, disse a parlamentar.

Para contribuir com a discussão, Dra. Zeli defende que o Entorno do DF adote modelo semelhante ao que é empregado na região metropolitana de Goiânia, que não tem aumento na tarifa desde 2019, quando Caiado assumiu o governo, porque os custos são divididos entre governo e prefeitura.

“É um exemplo que deu certo e na iniciativa pública precisamos disso, de adotar modelos que já estão consolidados e funcionando bem. O subsídio já foi acordado pelos governos de Goiás e do Distrito Federal, então a União deveria se sensibilizar e dividir essa conta, pensando na ponta mais frágil, que é o usuário”, destacou a deputada.

De acordo com pesquisa feita pela Secretaria Geral de Governo, hoje o preço médio da tarifa é de R$ 7,72, sendo a máxima praticada em Novo Gama, que chega a R$ 10,80. Com o reajuste de 8,56%, o valor médio passa para R$ 8,38 e o mais alto a R$11,70 por passagem.

Cristiano Henrique
Cristiano Henrique
Bonito,legal,inteligente e modesto.
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Mais Populares

Comentários Recentes